Portal da Cidade Ipatinga

ATUALIZAÇÃO

Adolescente responderá por ato infracional análogo ao abandono de recém-nascido

Nesta sexta-feira (16), a Delegada ressaltou que assim que o caso for concluído, será encaminhado para o Ministério Público da Infância e da Adolescência

Publicado em 16/09/2022 às 13:46
Atualizado em

Delegada Ana Paula Passagli durante a coletiva de imprensa (Foto: Pedro Oliveira / Portal da Cidade Ipatinga)

0:00
0:00

Nesta sexta-feira (16), a Delegada Ana Paula Passagli concedeu uma entrevista à imprensa na Delegacia Regional de Polícia Civil de Ipatinga, sobre o caso adolescente, de 17 anos, que deu à luz a uma menina e posteriormente a abandonou em uma caixa, em lote vago, no bairro Vila Formosa, conforme o jornalismo do Portal da Cidade Ipatinga já noticiou. Clique aqui e confira a matéria.

A delegada informou que o inquérito policial foi instaurado nesta quinta-feira (15), com o objetivo de apurar os fatos e assim teve conhecimento do encontro da recém-nascida abandonada na caixa de papelão. “A noite veio a adolescente, acompanhada de sua mãe, conduzidas à Delegacia. Elas foram ouvidas e foi instaurado as diligências preliminares e daqui elas foram liberadas. A menor alegou que descobriu a gravidez a cerca de quatro meses, não quis informar quem é o pai e na quarta-feira (14) ela começou a passar mal, foi para o banheiro, onde deu à luz ao bebê por volta das 9h da manhã. Ela disse que cortou o cordão umbilical com as mãos e terminou com uma tesoura, na sequência pegou uma caixa de papelão na garagem, fez uns furinhos para o bebê poder respirar melhor, colocou em uma sacola e resolveu levar até o local onde a recém-nascida foi encontrada, no intuito de alguém que passasse por ali encontrasse a criança”, destacou.

Ainda segundo a delegada, a adolescente afirmou que ninguém tinha conhecimento da gravidez e que manteve o fato em sigilo, usando uma faixa abdominal para esconder a barriga, porém quando foi ouvida, ela disse que está arrependida e que tem vontade de ficar com a criança. A mãe da adolescente alegou que não tinha conhecimento da gravidez e que elas residem em Ipatinga a pouco tempo, e disse ainda que recentemente a filha tinha um relacionamento com um rapaz, mas que provavelmente o pai do bebê seria um outro namorado que ela teve, na cidade onde morou anteriormente.

Ana Paula destacou que a adolescente irá responder por ato infracional análogo ao abandono de recém-nascido. Ainda faltam ser ouvidas algumas testemunhas, junto de provas técnicas (periciais) e assim que o caso for concluído, será encaminhado para o Ministério Público da Infância e da Adolescência. Confira a explicação da delegada no vídeo abaixo:


A Delegada informou que durante o depoimento a adolescente justificou sua ação dizendo que ficou muito nervosa com a situação, pois ela pariu a criança sozinha e ninguém sabia da gravidez. “A princípio ela responderá por este ato infracional, mas ainda faltam outras diligências e investigações a respeito do caso”, ressaltou.

Em relação a quem levou a criança na caixa, as provas técnicas ainda serão formalizadas. “A adolescente alega que foi ela mesmo a responsável pela ação e pelas fotos que a gente tem e a comparação com as imagens das câmeras de segurança, teria sido ela mesmo que abandonou a criança no lote vago”, finalizou Ana Paula. Confira as imagens das câmeras clicando aqui.

As investigações continuam sendo apuradas.

Fonte:

Receba as notícias de Ipatinga no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário